terça-feira, 27 de setembro de 2016

Macacos usam cabeça de turista para fazer sexo

      Vida de turista nem sempre é das mais fáceis, não é mesmo? E nem estamos falando daqueles perrengues com bagagens perdidas ou quartos que são ruins naqueles hotéis mais baratinhos.    
     O que aconteceu em Ubud, cidade famosa pelo turismo natural na Indonésia. Por lá, uma homem visitava a área onde estavam os macacos e… Percebeu que o contato com os animais ali podia ser demais.      
     Isso porque dois macacos decidiram que a cabeça do turista seria um ótimo lugar para fazer sexo. Isso mesmo, os dois chegaram despretensiosamente e usaram a cabeça alheia para cruzar.      
     É tão bizarro que é melhor ver o vídeo de uma vez:      


Lindo ocaso de Cajazeiras!

Cavalcante

Saudade (Camões)

 

A consagrada Maria Pereira manda uma mensagem via vídeo para o ex-prefeito Francisco Matias Rolim

http://noticiasdecajazeiras-claudiomar.blogspot.com.br/2015/07/maria-alves-sauda-chico-rolim.html

João Pessoa em slides...

Christiano moura

Tavaszra várva. Vine Primävara...!!

COMO TIRAR PROVEITO DE UM TARADO NO ÔNIBUS

As mulheres que tem orgasmo é cinco vezes menor que as que se masturbam

Regina Navarro Lins

Bom dia, Cajazeiras!

lea silva

.

Ficar louco de vez em quando é necessidade básica para permanecer são Osho

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Pensamentos bem humorados e ilustrados com primor (7)


x

PAISAGEM ESVERDEADA

Bela foto, não é? Suas características assemelham com um daqueles postais europeu. Algo que faz lembrar a vislumbrante região de Toscana, na Itália, com suas igrejas antigas, conventos e abadias. Até a cor revelada, lembra o colorido verão europeu. Mas por incrível que pareça não é a Itália, apenas um trecho da cidade de Cajazeiras; é o sertão, é nordeste e é Paraíba. Como explicar o mistério dessa fotografia. Ela está distorcida, o fotógrafo usou uma lente especial, um filtro para captar essa imagem tão bonita, ou a mesma é apenas um resultado de uma provocativa montagem ficcional. Como entender a posição da Catedral de Nossa Senhora da Piedade, que aparece por traz da Igreja do Colégio Diocesano e tão próximo do Morro do Cristo Rei, quando na realidade, "ela" (a Catedral de Nossa Senhora da Piedade) fica bem ao lado, bem mais distante do morro onde está o Cristo. E o seu colorido, seria uma consequência do seu envelhecimento, do tempo... Ou nenhum das hipóteses acima! O certo é... Que nos olhos de quem a observa, a "bela foto" lembra uma pintura do período neoclássico, com seus tons de azul-esverdeados, de amarelo-alaranjados e alguns toques de branco titânio.
                                                                             Fonte: blog


Fotos Raras...

O que os pilotos de avião vêem?

O significado dos dedos (Lenda Chinesa)

Bom dia, Cajazeiras!

cavalcante, toninho e maira

.

Há livros escritos para evitar espaços vazios na estante Carlos Drummond de AndradE

domingo, 25 de setembro de 2016

A UFMA tomada por animais

  Por:José Linhares Jr
   Bem, parece que aquelas aberrações vistas ao redor do Brasil chegaram, enfim, ao Maranhão. Pessoas nuas em público, culto à decadência, falta de respeito, anarquia vazia, homogeneização do pensamento, falta de tolerância, falta de estudo, apologia ao uso de drogas, falta de senso estético e, acima de tudo, falta de vergonha na cara. 
     Até semanas atrás essas ainda eram características de um movimento que se esgueirava pelos cantos. Um movimento que tinha vergonha de se assumir enquanto tal. O que se via era apenas um desejo reprimido que encontrava vazão em fatos isolados. Fatos como protestos de gente pelada no meio do hall de algum prédio com palavras de ordem manchadas de batom nas nádegas. O que para este povo é o “auge” do ativismo político. Como as cenas abaixo:

      Fora do movimento foi acesso o estopim para que as sombras do gueto criassem coragem e tivessem nome. Agora a massa de desvalidos e fracassados atende por “Juventude Porra-Louca”. E tudo começou com o levante da intolerância que caracteriza esses grupelhos de desocupados.
    No próximo dia 5 de agosto, um grupo de alunos e professores da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), irá realizar o I Encontro da Juventude Conservadora. Entre as palestras do tal encontro estão: Como ser um conservador no Brasil; A Arte Moderna ou Os Símbolos da Decadência: notas sobre a sensibilidade de nosso tempo; William Blake, John Milton e Guimarães Rosa Rosa: a liberdade interior como base para um novo Brasil; Ideologia de gênero – mitos e realidades; O conservadorismo e o Brasil – uma apresentação sumário; Economia e Ordem Social.
     Veja a razão de ser do evento nas palavras de uma das pessoas que organiza, mas não se acha um organizador.
Este evento não tem conservadorismo. Não tem organizador, inscrições nem o escambau. É só chegar junto e dançar o Tchan na boquinha da garrafa. 

  • CCH é todo nosso, porra! Não tem essa dúvida de onde vai acontecer. Que pergunta é essa?
  • Se alguém levar ponche, vai ter ponche. Tem uma galera aqui no grupo arrecadando uns trocados para fazer um. O Cageo já deu uma caixa de vinho. Quem dá mais? Vai vestidx (ou nux) como você quiser. 
  • Você decide! Eu, por exemplo, vou usar um vestido com a brusa (sic) aqui amarrada com a bota, e o meu cabelo solto de prancha.
    Nunca a pequenez e a mesquinharia tiveram tanto orgulho de serem pequenas e mesquinhas naquela universidade. Observem bem: o evento se predispõe a “militar e resistir”. De que forma? Fazendo birra, nada mais que isso. Fazendo escândalo, mostrando as nádegas, gritando e dando chilique. br />     Bastou a divulgação do evento, que deveria ser apenas mais um entre dezenas de eventos chatos e improdutivos da universidade, para que uma turva de selvagens começassem uma verdadeira cruzada santa de fanáticos ensandecidos e sedentos por sangue.
     Ameaças de agressão, ameaças de coquetéis molotov, xingamentos, galhofas e muito mais. Tudo isso porque meia-dúzia de garotos e garotas iriam falar sobre monarquia, literatura, conservadorismo e economia.
     Mas, as intimidações não bastavam. E o que fizeram os selvagens, os “porra-loucas”? Decidiram fazer um evento paralelo chamado “Encontro da Juventude Porra-Louca: Militância e Resistência”. A programação? Terá apenas uma palestra: “Conservador de Cú é rola: se joga, pintosa”.

            Nunca a pequenez e a mesquinharia tiveram tanto orgulho de serem pequenas e mesquinhas naquela universidade. Observem bem: o evento se predispõe a “militar e resistir”. De que forma? Fazendo birra, nada mais que isso. Fazendo escândalo, mostrando as nádegas, gritando e dando chilique. 
      O fato, meus caros, é que a incapacidade deste pessoal os impõe estas práticas. Como são incapazes de ter alguma virtude, se refugiam na decadência. Como não possuem habilidade discursiva, recorrem a gritos. Incentivam a ignorância como forma de éthos político por limitação intelectual, essa é a verdade. Como não podem produzir nada “bonito”, tentam transformar o feio em algo aceitável.
nn

E VC QUE DIZ?


23 O INSPETOR CATURRA


PROVÉRBIOS do Mundo



Um grande homem público cajazeirado: médico João Izidro.

   João Izidro era um médico cajazeirado pe diatra, clínico geral e apesar de sua altivez, era uma pessoa mo-desta. 
  Nasceu em 08 de agosto de 1906, estu-dou em Fortaleza, mas veio a se formar na Faculdade de Medi-cina de Recife em 1937 vindo morar na cidade de São João do Rio do Peixe onde casou com sua amada Francisca Bernardo de Albuquerque - Dona Chiquinha - com quem teve os filhos Dr. Luís Carlos de Albuquerque e Dr. Carlos Alberto de Albuquerque, e, por adoção, a menina Vera. Ainda em São João do Rio do Peixe, Dr. João Izidro teve uma militância política que lhe causou dissabores e o motivou a se mudar para Cajazeiras.
Foi um dos baluartes do Hospital Regional de Cajazeiras, onde muito se dedicou como um dos grandes profissionais. prestando  atendimento aos cajazeirenses e sertanejos.
   Além da Medicina atuou no campo político, foi candi-dato a vereador pela pri-meira vez em 1955, não lo-grando êxito. Como no pleito seguinte de 1963 não foi mais candidato apostava-se que ele teria se de-sencantando da política de uma vez por todas. Não sei o motivo, porém ele voltou a ser candidato em 1963, desta vez sendo vitorioso, sendo um dos mais atuantes da legislatura, ocupando a presidência da casa. Dr. João Izidro teve uma grande participação para a criação do curso de Medicina em Cajazeiras, além de participar ativamente do Abrigo de Idosos Lucas Zorn. Ainda no seu vasto currículo consta ainda a direção do Colégio Comercial Monsenhor Constantino Vieira. Faleceu aos 93 anos de idade no ano de 2.000 na cidade do Recife em 1906.

As informações são de Francisco Matias Rolim e de Irismar Gomes da Silva de sua obra Cajazeiras e Minhas Lembranças.

305 LIVROS GRÁTIS (BOA LEITURA)

  Clique na imagem, 
e escolha os livros que você quer baixar. 
Boas leituras!!



Inês Braga!
Cajazeiras – PB

Carandiru (Filme Completo)

Assista Online e na Íntegra
CARANDIRU (Dublado)
Antes de começar a assistir o filme, 
dê o play e em seguida dê o pause. 
 Aguarde alguns minutos para 
o vídeo carregar um pouco e não travar.


Resultado de imagem para filme carandiruUm médico (Luiz Carlos Vasconcelos) se oferece para realizar um trabalho de prevenção a AIDS no maior presídio da América Latina, o Carandiru. Lá ele convive com a realidade atrás das grades, que inclui violência, superlotação das celas e instalações precárias. Porém, apesar de todos os problemas, o médico logo percebe que os prisioneiros não são figuras demoníacas, existindo dentro da prisão solidariedade, organização e uma grande vontade de viver.
Clique e assista o vídeo
Assista mais filmes da Série Clássicos 


Os inocentes




JOSE Renato ROYER,

Almas gêmeas

C O R A G E M = INOCÊNCIA

IMAGENS SERTANEJAS (XLVII)

Veja, senhor, aquelas estrelas...

Resultado de imagem para olha senhor o ceu estrelado"Veja, senhor, 
aquelas estrelas. 
Ali estão elas brilhando, por Deus, 
o céu está repleto delas. 
Agora peço-lhe, 
quando se olha para cima 
e se pense que muitas delas 
dizem ser cem vezes  

Resultado de imagem para olha senhor o céu estrelado
maiores que o mundo, 
como é que a 
gente se sente? 
Nós, homens, 
inventamos o telégrafo
 e o telefone e tantas 
outras aquisições 
da era moderna, 
sim, isto fizemos. 
Mas quando olhamos para cima 
é preciso reconhecer 
e compreender que, no fundo, 
somos uns vermes, vermes miseráveis e nada mais. Respondeu a si mesmo 
e acenou com a cabeça, humilde e abatido 
para o firmamento."

Tonio Kroger. Thomas Mann. 1ª Edição, 1971

Evoluir é ter prioridade de uso!


Poema simples!
Um se foi, o outro veio;
Um serviu, mas não serve mais;
O que que usei, não uso mais;
Pois nada é nada, mais nem tudo será sempre tudo.
José Fernandes, reflexão sobre a evolução.




José Fernandes Almeida Neto
São João do Rio do Peixe - Pb.