domingo, 18 de junho de 2017

Música antológica e magistral na voz de Noite Ilustrada

HOJE É DOMINGO 
DIA DE ESBALDAR NA MÚSICA
 Meus Tempos de Criança, 
foi composta por Ataulfo Alves em 1957. 
Noite Ilustrada, nesta gravação, 
diz que o compositor a tinha 
como sua melhor composição.
Minha Miraí é Cajazeiras, na Paraíba. 
Lá, fui feliz e sabia disso.




Gosta de Samba?   Então Curta!
Mário Sousa Marques Filho 

(Pirapetinga, 10 de abril de 1928 
+ Atibaia, 28 de julho de 2003 ), 
mais conhecido como Noite Ilustrada
foi um cantor, compositor e violonista brasileiro.



Música antológica e magistral na voz de Noite Ilustrada.

Você diz que me da casa e comida
Boa vida e dinheiro prá gastar
O que é que há, minha gente o que é que há
Tanta bondade que me faz desconfiar
Laranja madura na beira da estrada
Tá bichada Zé ou tem marimbondo no pé

Santo que vê muita esmola na sua sacola
Desconfia e não faz milagres não
Gosto de Maria Rosa 
mas quem me dá prosa é Rosa Maria
Vejam só que confusão

Laranja madura na beira da estrada

Tá bichada Zé ou tem marimbondo no pé


Dois pesos pesados da música brasileira:
Noite Ilustrada & Cássia Eller


E para finalizar 
este vídeo completo de meia hora.


Contei com a colaboração de Marisa Figueiredo

IMAGENS SERTANEJAS (XI)


Pronto! Já passei manteiga e tá bem quentinha derretendo. Alguém ai curte uma Tapioca com manteiga? Bora cumê?
Do Facebook da Nação Nordestina

.

O otimista é um tolo. O pessimista, um chato. Bom mesmo é ser um realista esperançoso.Ariano Suassuna

domingo, 14 de maio de 2017

Chico Total (1996): Justo Veríssimo se confessando

Num dos últimos programas de Chico Anysio, havia um quadro onde os personagens se confessavam. Neste aqui, vemos o político Justo Veríssimo.

IMAGENS SERTANEJAS (X)

LAGARTA ENCANTADA

O destino da lagarta 

é virar borboleta...  

 Luiz Carlos ...
Sousa - PB ...


Bom dia, Cajazeiras!

ciloca, FMR

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Viajando na história dos cajazeirenses e cajazeirados!: Olhem o anjinho com a mão na testa!

Esta foto é do inicio da década de 40, o local da foto é onde hoje é a Rua Coronel Justino Bezerra, hoje no local temos o prédio onde funciona a RADIO ALTO PIRANHAS.


Ferreirinha

terça-feira, 2 de maio de 2017

.

“A carta é telefonema antiquado, do tempo em que as pessoas sabiam escrever e ler.” (Eno Teodoro Wanke

sábado, 29 de abril de 2017

Bom dia, Cajazeiras!

FMR, reudsman lopes

.

Guardar ressentimento é como tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra.... de William Shakespeare.

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Bom dia, Cajazeiras!

Keylla, Karolyne Cartaxo Ferreira e Maryana Cartaxo.

.

Na infância o que se ouve ou que se vê não sobe para o cérebro. Desce para o coração ou fica escondido. Humberto de Campos

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Lula quer depoimento ao vivo! Moro fica com mi mi mi!

A visita dos alunos à mansão de um importante aristocrata!

Multiplique esta informação!


     

Doria diz que 'põe a mão no fogo' por Alckmin

"ECO PENSAR": reciclagem com muita criatividade e amor pelo planeta (4)

Bom dia, Cajazeiras!

.

 A Cruz pode ser pesada de carregar, mas só Ela equilibra o nosso andar. Joaquim Aurélio Barreto Nabuco de Araújo

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Lula diz que não aceita 'mimimi' de Moro para reduzir testemunhas


Justiça decide mandar mulher de Cabral de volta à prisão

Morre, aos 52 anos em Minas Gerais, apresentador da TV Correio Jota Júnior

Tribunais paulistas decretam feriado no dia da greve geral!


Reunião de fofuras

A VINGANÇA DO PORTUGUÊS e tome palmada na filha!

Nelson Mandela ganha as primeiras eleições multirraciais

Senador diz que Moro fumou erva estragada e escracha juiz em rede nacional

      Em entrevista ao programa Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) rebateu as críticas do juiz federal Sérgio Moro, que afirmou que o projeto de abuso de autoridade, redigido pelo senador, não tem salvaguardas suficientes para
prevenir a punição do juiz pelo simples fato de ir contra interesse dos poderosos. “Eu diria que o Moro andou fumando erva estragada porque o meu projeto não diz isso”, afirmou. 
      Segundo Requião, o projeto que está com análise em curso na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara (CCJ) não criminaliza o erro, que é corrigido em instâncias superiores. “O projeto diz que a interpretação divergente não pode ser punida. Porém, se a lei diz não, a interpretação não pode dizer sim, mas se assim for ela deverá ser necessariamente razoável e fundamentada. Eu jamais iria punir a interpretação de um juiz”, acrescentou.
      O senador ressaltou que as diferentes formas de abusos de autoridade deveriam ser criminalizadas. “Erro todo mundo pode cometer e o erro judicial é corrigido em instância superior, mas quando há a flagrante intenção de prejudicar alguém ou obter vantagem tem que haver algum tipo de punição. Juízes, policiais, fiscais, todos devem estar subordinados à lei”, disse.